Produção de veículos tem aumento em setembro, mas exportações caem

A produção de veículos no mês de setembro teve um aumento de 0,5% em relação ao mesmo período do ano passado, de acordo com dados divulgados pela Anfavea, associação que representa a indústria automobilística. No total, foram produzidos 208,9 mil veículos no último mês. No entanto, em comparação com o mês de agosto, que teve três dias úteis a mais, houve uma queda de 8% na produção, influenciada também pelo desempenho ruim das exportações. Os números revelam que, desde o início do ano, foram produzidas 1,75 milhão de unidades, o que representa uma queda de 0,3% em relação ao mesmo período do ano passado. Apesar disso, o mercado apresentou uma reação no ritmo de vendas, ainda que esteja longe de retornar ao patamar pré-pandemia. Em setembro, as vendas de veículos aumentaram 1,9% em comparação com o mesmo mês do ano anterior, totalizando 197,7 mil unidades. No entanto, em relação a agosto, houve uma queda de 4,8%.

É importante ressaltar que a variação negativa na margem se deve ao fato de setembro ter tido três dias úteis a menos. A média diária de vendas no mês passado foi de 9,9 mil veículos, ficando atrás apenas do mês de julho deste ano, quando foram vendidas em média 10,7 mil unidades por dia, impulsionadas pelos descontos oferecidos pelo governo. Desde o início do ano, foram licenciados 1,63 milhão de veículos, representando um crescimento de 8,5%. No que diz respeito às exportações, houve uma queda de 3,9% em setembro em comparação com o mesmo mês do ano anterior. Foram exportados 27,4 mil veículos no último mês, o que representa uma queda de 20,6% em relação a agosto. Desde o início do ano, foram exportados 322,9 mil veículos, sendo México, Argentina, Chile e Colômbia os principais destinos. No entanto, esse volume representa uma queda de 11,2% em relação aos nove primeiros meses do ano passado. Por fim, o levantamento da Anfavea revela que foram abertas 440 vagas de trabalho nas montadoras em setembro, totalizando 100,6 mil pessoas empregadas no setor.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Site Protection is enabled by using WP Site Protector from Exattosoft.com