Alckmin afirma que reforma tributária deve impulsionar exportações brasileira

O vice-presidente da República, Geraldo Alckmin (PSB), discursou, nesta quinta-feira, 5, no 41º Enaex (Encontro Nacional de Comércio Exterior), evento que reúne o segmento de exportadores brasileiros. Em seu discurso, Alckmin declarou que a reforma tributária não é uma proposta perfeita, mas que será suficiente para acabar com a cumulatividade de impostos e estimular investimentos e exportações no país: “Com o modelo de IVA, que é o que o mundo tem, nós vamos desonerar completamente a exportação, desonerar completamente investimentos e vamos poder dar um passo importante (…) Temos desafios, a exportação muito concentrada em poucos produtos, que precisa ser mais diversificada”. O vice de Lula está otimista com relação à possibilidade do Mercosul (Mercado Comum do Sul) fechar um acordo de livre comércio com a União Europeia e que disse que seria importante que o bloco econômico do qual o Brasil faz parte avance na direção de outros acordos de colaboração internacional. O Mercosul e a União Europeia juntos reúnem uma população de aproximadamente 800 milhões de habitantes e ainda representariam um quarto do PIB (Produto Interno Bruto) global. O vice-presidente ainda afirmou que o valor do Real em relação ao Euro torna o Brasil competitivo para exportar.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Site Protection is enabled by using WP Site Protector from Exattosoft.com