Maranhão bate a Tuna Luso no tempo normal, leva o jogo para os pênaltis, vence e avança às oitavas de final da Série D

  • Da frustração ao alívio

    O Maranhão venceu a Tuna Luso por 1 a 0, pelo jogo da volta do mata-mata do Brasileirão Série D, na tarde deste domingo. Rafael foi o responsável pelo triunfo no estádio do Souza, em Belém. A vaga poderia ter vindo ainda no tempo normal, mas Rodriguinho despediçou um pênalti nos acréscimos. Com o placar agregado empatado ao fim do tempo regulamentar, a decisão foi para os pênaltis. A Tuna Luso acertou as duas primeiras, mas errou na terceira cobrança com Samuel. O Maranhão converteu todas as cobranças, e Nathan foi o responsável por selar a vaga do Bode nas oitavas de final.

    Maranhão comemora classificação diante da Tuna Luso, no estádio do Souza

    Maranhão comemora classificação diante da Tuna Luso, no estádio do Souza (Foto: Reprodução / MAC)

  • Primeiro tempo

    O Maranhão dominou as ações do primeiro tempo. Em desvantagem no placar agregado, o time incomodou por diversas vezes a defesa da Tuna Luso, que deu brechas para a produção ofensiva do time maranhense. O Bode chegou perto de abrir o placar com Fabrício aos 9 minutos, Jorge aos 22, Fabrício mais uma vez aos 31, Jorge novamente aos 37, e Passira aos 42. Todos os lances com Rafael Salvando para a Tuna, que só teve uma chance clara com Pedrinho, aos 47 em chute de fora da área.

    Tuna Luso x Maranhão

    Tuna Luso x Maranhão (Foto: Lucas Sampaio/Ascom Tuna)

  • Segundo tempo

    A Tuna Luso começou assustando com uma bomba de Willian Maranhão logo no primeiro minuto. Mas o Maranhão mostrou que continuaria no comando das ações. Aos sete minutos, Passira quase marca por cobertura, mas Rafael virou gigante para cima do atacante. O goleiro da Tuna voltaria a cravar seu nome no tempo regular do jogo aos 31 minutos, salvando duas finalizações: uma de Fabrício em chute de fora da área, e o rebote que ficou com Passira, mas com o goleiro bloqueando a sequência. Mas o time maranhense foi insistente, e aproveitou uma bobeada da zaga da Tuna. Henrique conseguiu ganhar uma disputa de bola e escorar para Rafael estufar a rede e abrir o placar. Momento que nervosisimo da Tuna, com vários cartões e até confusão entre as equipes. Nos acréscimos, o Maranhão teve a chance de selar a vaga. Mas Rodriguinho telegrafou demais a cobrança e Rafael sagrou-se o nome do jogo no tempo normal, defendendo a cobrança.

  • Os pênaltis

    Pelo lado da Tuna Luso, Raílson acertou, Paulo Rangel acertou, Samuel errou, Cássio acertou e Hugo acertou. Pelo lado do Maranhão, todos acertaram: Leone, Daniel Passira, Capote, Cavi e Nathan.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Site Protection is enabled by using WP Site Protector from Exattosoft.com