Filho de Biden se declara culpado em acusações de porte ilegal de arma e sonegação de imposto

Filho de Biden se declara culpado em acusações de porte ilegal de arma e sonegação de imposto

Hunter Biden, filho do presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, se declarou culpado, nesta terça-feira, 20, de sonegação de impostos federais e descumprimento da legislação sobre porte de armas. Os crimes são relacionados com o passado de alcoolismo e uso de drogas do filho do presidente, detalhou o promotor de Justiça David Weiss. Hunter, que confessou lutar contra a dependência após a morte do seu irmão Beau Biden em 2015, vinha respondendo por um processo pelas duas acusações e chegou a um acordo com o Departamento de Justiça, que deve ser aprovado por um juiz federal. Segundo o jornal ‘The Washington Post’, Hunter Biden deve aproximadamente US$ 1,2 milhão em relação aos impostos não pagos em 2017 e 2018. O acordo firmado, que visa evitar julgamento que poderia prejudicar a imagem da Casa Branca – eles têm buscado manter distância do Departamento de Justiça -, encerra uma longa investigação. Hunter, de 43 anos, é foco de ataques implacáveis ​​de Trump e seus aliados republicanos. “Eu sei que Hunter acredita que é importante assumir a responsabilidade por esses erros que cometeu durante um período de turbulência e vício em sua vida”, disse Christopher Clark, advogado do jovem Biden. O chefe de Estado dos Estados Unidos disse apoiar o filho e seus esforços para reconstruir a vida.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Site Protection is enabled by using WP Site Protector from Exattosoft.com