Chuvas torrenciais na Espanha deixam dois mortos e alagam vagão de metrô em Madri

Chuvas torrenciais na Espanha deixam dois mortos e alagam vagão de metrô em Madri

A Espanha foi atingida no final de semana por chuvas torrenciais que deixaram dois mortos, três desaparecidos, alagou o vagão do metrô em Madri, uma das cidades atingidas pelas chuvas que caíram durante a madrugada de domingo para segunda-feira, 4, e deixou um rastro de inundações, incidentes e danos de vários graus. Um menino de dez anos conseguiu sobreviver agarrado a uma árvore. “A pobre (criança) passou a noite inteira agarrada em uma árvore”, contou a presidente regional de Madri, Isabel Díaz Ayuso, a jornalistas, em visita às zonas afetadas. A depressão isolada em níveis elevados (DANA) bateu o recorde do dia mais chuvoso de um mês de setembro em muitas partes da Espanha, incluindo Madri, Toledo, Valladolid, Segóvia (todas na região central) e Navarra (norte). Na sua conta na rede social X (ex-Twitter), um dos bombeiros florestais que trabalhou nessa noite relatou a trágica experiência, da qual foi testemunha, e afirma que mandou parar vários carros para impedi-los de circular porque o rio estava subindo, mas o condutor desaparecido “foi negligente e decidiu atravessar, parou no meio da enchente” e, embora “tenha tentado fazer marcha à ré, o carro capotou e foi arrastado pela enchente”.

Na província de Toledo, as autoridades procuravam uma mulher que desapareceu depois de um rio transbordar perto da cidade de Valmojado, disse um porta-voz da Guarda Civil. Um helicóptero foi enviado para socorrer algumas pessoas que se refugiaram nos telhados de suas casas. Na região de Madri, os serviços de emergência tentavam encontrar com vida outras duas pessoas desaparecidas. Uma delas é um senhor de 83 anos arrastado por uma corrente, e a outra, um homem, cujo veículo ficou preso por um rio que transbordou na cidade de Aldea del Fresno, onde várias pontes ruíram e torrentes de lama provocadas pelo transbordamento do rio arrastaram vários carros

O presidente do governo, Pedro Sánchez, apelou aos cidadãos que “continuem agindo com cautela” durante um discurso em um evento público em Madri. As chuvas torrenciais provocaram a suspensão do tráfego ferroviário em várias regiões, especialmente entre Madri e a Andaluzia (sul) e na costa mediterrânea. Na cidade de Madri, o mau tempo provocou o fechamento temporário de várias linhas de metrô e de trem. Nas redes sociais, passageiros que estavam no transporte compartilharam vídeos em que mostram o vagão alagado. Em entrevista à ABC Espanha, uma mulher identificada como Lorena contou que a água começou a entrar no vagão por volta das 12h30, na linha 5 do metrô, na altura da estação Marqués de Vadillo. Segundo os viajantes, que ficaram presos em um túnel, essa não foi a primeira vez que algo deste tipo aconteceu.

Embora as chuvas tenham diminuído um pouco nesta segunda-feira, a Agência Meteorológica Estatal manteve sete regiões em alerta amarelo, incluindo Madri, Castilla-La Mancha, Catalunha, Ilhas Baleares e País Basco. As autoridades de Madri pediram à população que trabalhe de forma remota e fique em casa o máximo possível, para evitar deslocamentos na capital. País europeu na linha da frente do aquecimento global, com 75% do território ameaçado pela desertificação, a Espanha é afetada com frequência por chuvas torrenciais no final do verão e no outono, que provocam transbordamentos repentinos dos rios. O fenômeno que provoca chuvas e tempestades, denominado DANA (Depressão Isolada em Níveis Altos) pelos meteorologistas, deixou consequências trágicas no passado, como em 2018, quando 13 pessoas morreram na ilha de Maiorca, nas Ilhas Baleares.

A ministra interina da Transição Ecológica, Teresa Ribera, agradeceu à Agência Estatal de Meteorologia (AEMET), às forças de segurança, à Proteção Civil e às emergências municipais, regionais e estatais pelo trabalho em “dias tão complexos”, em mensagem também publicada na rede social X, destacando o seu “civismo e a sua atenção às recomendações de prudência”. A previsão geral da AEMET assegura que o céu nublado e a chuva continuarão em grande parte da península ao longo desta segunda-feira, mas diminuirão até que a DANA seja finalizada nesta noite.

*Com informações das agências internacionais 

Site Protection is enabled by using WP Site Protector from Exattosoft.com