Rússia afirma que derrubou três drones na região de Moscou e culpa a Ucrânia por ataque

Rússia afirma que derrubou três drones na região de Moscou e culpa a Ucrânia por ataque

As forças de segurança da Rússia derrubaram na madrugada desta quarta-feira, 21, três drones na região de Moscou. O anúncio foi feito pelo Ministério da Defesa do país, que afirmou que dois dos equipamentos estavam perto de uma base militar e acusou a Ucrânia pelo ataque. “Hoje frustramos uma tentativa do regime de Kiev de executar um atentado terrorista com três drones contra pontos da região de Moscou”, diz comunicado do Ministério. “Os drones foram neutralizados com sistemas de guerra eletrônica, perderam o controle e em seguida caíram”, acrescenta a nota. Segundo as autoridades locais, o ataque não provocou nenhum dano e nem deixou vítimas. Os russos não informaram se o terceiro drone estava direcionado contra a base militar ou se possuía outro alvo. O episódio acontece em meio à contraofensiva da Ucrânia para retomar o território tomado pelas tropas russas desde o início da operação militar, em fevereiro de 2022. Vários ataques com drones foram registrados contra o território russo em regiões próximas à fronteira. No início de maio, dois drones foram disparados em direção ao Kremlin e, no fim do mês, vários equipamentos atingiram arranha-céus de Moscou. Até então, a capital russa estava a salvo dos ataques.

Nesta quarta-feira, a Rússia também atualizou o balanço com os efeitos das inundações causadas pela destruição de uma represa no Rio Dnieper, no Sul da Ucrânia. O novo balanço mostra que o número de mortes em decorrência da inundação aumentou para 41, 12 pessoas a mais do que o último balanço, que apontava 29 vítimas fatais. A represa hidrelétrica de Kakhovka, que fica em uma área sob controle russo na região de Kherson, ao sul da Ucrânia, foi destruída no dia 6 de junho. Uma área de centenas de quilômetros quadrados foi inundada, o que forçou a evacuação de milhares de moradores e gerou alerta na comunidade internacional sobre riscos envolvendo a usina nuclear de Zaporizhia. Rússia e Ucrânia trocam acusações sobre a destruição da represa.

*Com informações da AFP

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Site Protection is enabled by using WP Site Protector from Exattosoft.com