Romário e Bauermann serão os primeiros atletas ouvidos pela CPI das Apostas

Romário e Bauermann serão os primeiros atletas ouvidos pela CPI das Apostas

A CPI das Apostas deve começar a ouvir os primeiros depoimentos na próxima semana. Mais de 40 convites foram aprovados nesta terça-feira, 6. O jogador Marcos Vinicius Alves Bezerra, conhecido como Romário, que foi banido do esporte pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), e o zagueiro Eduardo Bauermann, que está afastado do Santos, serão os primeiros atletas ouvidos. As informações foram divulgadas pelo relator da CPI, Felipe Carreras (PSB-PE). Ambos jogadores vão comparecer a comissão na condição de investigados. Além deles, também vão prestar depoimento ao longo das investigações: Alef Manga, Paulo Miranda, Igor Cariús, Victor Ramos, Vitor Mendes, Dadá Belmonte, Brayan Garcia, Gabriel Tota, Kevin Lomónaco e Nino Paraíba. O colegiado também aprovou requerimentos para convocar donos e presidentes de empresas de apostas. No entanto, esses depoimentos ainda não têm data prevista. O deputado federal Luciano Vieira (PL-RJ) disse que é preciso eliminar a corrupção do futebol brasileiro. “Estou muito preocupado para saber qual vai ser o fim. Onde vamos chegar com jogadores se vendendo. Precisamos urgente colocar cada jogador, árbitro, treinador aqui à frente desta comissão. Precisamos estancar de vez esse problema”, comentou. Nesta terça-feira, 6, a 5ª Comissão Disciplinar do STJD decidiu pelo banimento de Ygor Catatau, ex-jogador do Sampaio Corrêa e do Vasco. Ele também foi multado em R$ 70 mil. Atualmente, o atleta atua no futebol iraniano. O atacante poderá seguir atuando fora do país, sem efeito da pena, pelo menos por enquanto. Ele é investigado por envolvimento em esquema de apostas. A defesa do atleta irá recorrer da decisão. O lateral Matheusinho, do Cuiabá, foi suspenso por 750 dias e multado em R$ 50 mil. Mesma pena aplicada ao zagueiro Paulo Sérgio, que ficará afastado dos gramados por 720 dias. Porém, o valor da multa será de R$ 70 mil. Cabe recurso em ambas decisões. Os auditores do STJD ainda absolveram Allan Godói, ex-jogador do Sampaio Corrêa, que atualmente joga pelo Operário-PR. Para os auditores, as provas eram insuficientes para comprovar a participação do jogador no esquema de manipulação e apostas esportivas.

*Com informações do repórter Misael Mainetti.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Site Protection is enabled by using WP Site Protector from Exattosoft.com