Prévia do PIB de maio apresenta pior resultado para o mês nos últimos cinco anos

Índice de Atividade Econômica registrou queda de 2% e teve pior desempenho mensal desde março de 2021; Ministério da Fazenda demonstra preocupação com a prolongada alta da taxa de juros

O Índice de Atividade Econômica do Banco Central registrou queda de 2% em maio, de acordo com dados publicados nesta segunda-feira, 17. O indicador é considerado uma prévia do Produto Interno Bruto (PIB) e teve o pior resultado para o mês nos últimos cinco anos, quando houve baixa de 3,08% em maio de 2018. A queda também representa o pior desempenho mensal desde março de 2021, quando retraiu 3,5%. Já no acumulado do ano, o índice registrou alta de 3,61%. Nos últimos doze meses, houve crescimento de 3,43%. Em relação a maio de 2022, o indicador cresceu 2,15%. O ministro da Fazenda, Fernando Haddad, comentou os resultados pontuando que ele foi conforme o esperado, uma vez que a autoridade monetária mantém juros reais elevados há muito tempo. “Estamos preocupados. Estamos recebendo muito retorno de prefeitos e governadores sobre arrecadação. A pretendida desaceleração da economia do Banco Central chegou forte e precisamos ter muita cautela com o que pode acontecer se as taxas forem mantidas na casa de R$ 10 o juro real ao ano. Está muito pesado para a economia”, afirmou.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Site Protection is enabled by using WP Site Protector from Exattosoft.com