Nova York é tomada por cinzas e fica com pior qualidade do ar no mundo após incêndio no Canadá

Nova York é tomada por cinzas e fica com pior qualidade do ar no mundo após incêndio no Canadá

Nova York amanheceu tomada por cinzas e com a pior qualidade do ar nesta quarta-feira, 7, segundo a IQAir World Airs Quality. As razões por trás dessas névoa e péssima qualidade do ar se deve a um incêndio na província canadense de Quebec, que se tornou o mais recendo epicentro das 250 queimadas que atingem o país. Desde a noite de terça-feira, os efeitos já são sentidos. O prefeito da cidade de Nova York, Eric Adams, chegou a informar durante a noite que o ar estava insalubre, e que registrou 218 no Índice de Qualidade do Ar da Agência de Proteção Ambiental, número bem acima dos 50 a qual está acostumado a registrar. Em decorrência dessa atual situação que a cidade vive, foi solicitado, pelo Serviço Nacional de Meteorologia, que as pessoas evitassem realizar exercícios ao ar livre e evitasse dirigir carros por causa d abaixa luminosidade. Conforme informações do jornal ‘New York Times’, a cidade deve permanecer em péssimas condições até sexta-feira, já que o padrão climático atual empurra a fumaça do incêndio no Canadá para o sul.

A província canadense de Quebec se converteu no mais recente epicentro dos incêndios que ainda atingem o país, a maioria fora de controle. Ela registrou 424 incêndios florestais desde o degelo da primavera, mais do que o dobro da média anual da última década. “Estamos experimentando uma situação nunca antes vista… em toda Quebec”, advertiu François Bonnadel, ministro de Segurança Pública da província, ao apontar que um alto número desses incêndios são provocados por descuidos humanos. “No oeste do Canadá costuma haver muitos incêndios florestais. Em Quebec, não”, aponta. “Mas agora mesmo tudo está ardendo” em chamas. Aproximadamente 4.400 evacuados puderam retornar às suas casas na cidade de Sept-Îles, graças às chuvas que ajudaram a deter o avanço das chamas. Nos últimos anos, o Canadá se viu afetado repetidamente por fenômenos meteorológicos extremos, cuja intensidade e frequência aumentaram devido ao aquecimento global. Após os grandes incêndios registrados em maio no oeste do país, sobretudo nas províncias de Alberta e Saskatchewan, a luta contra o fogo se deslocou, nas últimas semanas, para a Nova Escócia, na Costa Atlântica, e Quebec.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Site Protection is enabled by using WP Site Protector from Exattosoft.com