MP investiga acúmulo de cargos públicos por diretora do Hospital Materno Infantil de Imperatriz

Ministério Público do Estado do Maranhão iniciou uma investigação para apurar possíveis ilegalidades no acúmulo de cargos públicos por Tassiana Miranda Brandão, que exerce o cargo de Diretora Geral do Hospital Materno Infantil de Imperatriz e também é coordenadora do Centro de Diagnóstico por Imagem da mesma cidade.

A investigação teve início após o recebimento da Notícia de Fato SIMP nº 000925-509/2023, registrada na Ouvidoria do MPMA, que alega que Tassiana Miranda Brandão estaria acumulando cargos públicos de forma ilegal.

A EMSERH (Empresa Maranhense de Serviços Hospitalares) confirmou, por meio do OFÍCIO Nº 149/2022-NJ/EMSERH, que a noticiada exerce a função de Diretora Geral no Hospital Materno Infantil de Imperatriz com uma carga horária de 40 horas semanais em horário comercial. Além disso, o Município de Imperatriz também informou, por meio do Ofício nº. 401/2023-GAB/PGM, que a mesma pessoa é coordenadora do Centro de Diagnóstico por Imagem da cidade, cumprindo uma carga horária de 40 horas semanais, conforme consta no Portal da Transparência.

Diante dessas informações, o MPMA decidiu instaurar um Inquérito Civil para apurar os fatos e verificar a autoria.

A Universidade CEUMA de Imperatriz também foi notificada para prestar esclarecimentos sobre a jornada de trabalho de Tassiana Miranda Brandão, indicando de forma precisa o horário de entrada e saída e a respectiva carga horária da servidora. O prazo estabelecido para o envio das informações é de 10 dias.

Fonte:Blog do Werbeth Saraiva

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Site Protection is enabled by using WP Site Protector from Exattosoft.com