Com Endrick inspirado, Palmeiras consegue virada histórica contra o Botafogo no RJ

A torcida do Botafogo fez sua parte. Lotou o Nilton Santos na noite desta quarta-feira, 1º, e viu a equipe corresponder dentro de campo. Com um primeiro tempo avassalador, o Fogão chegou a fazer 3 a 0, mas com Endrick inspirado, o Palmeiras reagiu e conseguiu uma virada histórica e venceu por 4 a 3 e entrou de vez na briga pelo título. Eduardo, Tchê Tchê e Júnior Santos marcaram para os donos da casa. Endrick, duas vezes, Flaco López e Murilo viraram a partida. Apesar da derrota, o Fogão permanece na liderança do Campeonato Brasileiro. A equipe permanece com 59 pontos, mas agora está a três pontos do Palmeiras, que foi a 56 pontos, na terceira posição, mas pode acabar perdendo posição até o fim da rodada. Vale ressaltar, que a equipe carioca ainda tem um jogo a menos para cumprir, contra o Fortaleza. A equipe de Abel Ferreira encara o Athletico-PR, no Allianz Parque, às 21h30, no sábado, 4. O Fogão faz o clássico contra o Vasco, em São Januário, na segunda-feira, 6, às 19h.

O primeiro tempo do Botafogo foi irretocável. Com apoio da torcida, o líder do Brasileirão pressionou o Verdão do início ao fim do primeiro tempo. Tchê Tchê chutou da entrada da área e acertou o travessão. Pouco depois, aos 11, Tiquinho Soares ganhou de cabeça, mas mandou por cima do gol. O Palmeiras não se encontrava no jogo e a situação começou a piorar quando Eduardo, aos 20 minutos, abriu o placar. O atleta arriscou na entrada da área, que bateu de primeira e contou com desvio, desta vez em Murilo, para fazer 1 a 0. O ritmo não caiu e Tchê Tchê, aos 29, ampliou o marcador com um golaço. Aos 35 minutos, Júnior Santos aproveitou rebote de Weverton depois de chute de Tiquinho Soares. O Palmeiras só chutou duas vezes durante toda a primeira etapa, que para alívio dos palmeirenses, terminou 3 a 0. No segundo tempo, foi o Palmeiras que começou melhor e logo no início, Endrick marcou um golaço. O gol animou os paulista, que só não marcaram de novo graças a Lucas Perri, com duas defesas importantes. Breno Lopes chegou a marcar, mas o lance foi anulado por impedimento. Os mandantes ainda perderam Adryelson, expulso após revisão do VAR. A partida poderia ser decidida quando Tiquinho Soares sofreu pênalti após contra-ataque. Ele mesmo foi na cobrança, mas Weverton defendeu. O castigo veio depois. Endrick balançou as redes novamente e diminuiu o marcador. A jovem promessa alviverde ainda participou diretamente do empate, depois que cruzou para Gustavo Gómez, que arruma para a frente e Flaco López manda para o fundo das redes. Com o Engenhão em silêncio, Murilo virou para Verdão que chegou de vez na briga pelo título do Brasileirão. Após o apito final, o apoio se transformou em vaias, enquanto os palmeirenses, em menor número, fez barulho no estádio.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Site Protection is enabled by using WP Site Protector from Exattosoft.com