Paulo Casé: Em entrevista ao Ponto Continuando, secretário fala sobre ações da Sedes e política

O secretário do Desenvolvimento Social, Paulo Casé, foi o entrevistado desta terça-feira (19) do Programa Ponto Continuando. Ele falou sobre a importância de famílias vulneráveis estarem com seu cadastro do CadUnico atualizado para terem acesso às políticas de assistência, além de outros programas coordenados pela Sedes.

“É importante que as pessoas estejam com seu cadastro atualizado para que tenham acesso ao Bolsa Família, ao Viva Água, e demais programas assistenciais. Estamos fazendo a Busca Ativa dessas pessoas, que devem procurar um Cras ou Creas para informar seus dados”, informou o secretário.

O Programa Mais Renda é coordenado pela Sedes. Paulo Casé explicou que está acompanhando de perto os beneficiários do programa, para que a visibilidade aumente e as oportunidades também.

“Tivemos o Natal, o carnaval, o São João, onde vários beneficiados foram chamados para trabalhar. Tá sendo um sucesso em todo o estado, tanto pela participação quanto pela oportunidade que as famílias tem de trabalhar e gerar renda”, disse Paulo Casé.

O secretário informou ainda que já está estudando a expansão do programa para outras áreas, como mecânica em motocicletas, técnico em refrigeração, soldador e marcenaria moderna.

Além do Mais Renda, o Formando e Cozinhando é outro programa coordenado pela Sedes para beneficiários do CadÚnico, que ensina sobre culinária e gastronomia, com a participação dos melhores chefes de cozinha do Maranhão.

“A taxa de empregabilidade tem sido eficiente, mais de 70% das pessoas que concluíram o curso tem conseguido acesso a emprego ou se tornaram empreendedoras”, afirmou.

Ainda sobre empreendedorismo, Paulo Casé informou que já está em estudo a possibilidade de implantação de uma agência de fomento no estado. “Já entregamos ao governador Carlos Brandão e o projeto está caminhando a passos largos”, informou.

Sobre o combate à fome, Paulo Casé falou que o Banco de Alimentos e a rede de Restaurantes Populares, equipamentos também coordenados pela Sedes, sao bons aliados na erradicação da fome no Maranhão.

“O Banco de Alimentos e os restaurantes não são políticas isoladas no combate à fome, quando colocamos a agricultura familiar para vender insumos aos equipamentos, geramos renda aos agricultores, garantindo comida na mesa deles também”, explicou.

Até o mês de junho deste ano, Paulo Casé informou que foram arrecadados mais de 300 toneladas por meio do Banco de Alimentos. Houve um aproveitamento de mais de 85% das arrecadações, que foram doados a instituições filantrópicas.

Também faz parte do combate à fome no Maranhão o Programa de Aquisição de Alimentos Modalidade Leite, que já conta com 51 municípios adesos e consiste na distribuição de litros de leite a famílias em situação de vulnerabilidade.

Eleições 2024

Paulo Casé é filiado ao União Brasil, que no Maranhão é coordenado pelo seu irmão, o deputado federal Pedro Lucas Fernandes. Sobre as eleições municipais de São Luís em 2024, ele elogiou o pré-candidato Neto Evangelista.

“O Neto é preparado, tem tudo pra ser um grande prefeito, tem bandeiras importantes na Assembleia Legislativa, como a defesa das mulheres e das pessoas autistas, foi secretário da Sedes, vale destacar que o Mais Renda é um programa criado por ele, quem tem sido promissor. Então estamos construindo essa candidatura nos bastidores, acredito que tem tudo pra dar certo”, opinou.

Ele também afirmou que está a disposição do partido, mas não será pré-candidato nas próximas eleições.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *