Papa Francisco receberá alta nos próximos dias, diz Vaticano

Papa Francisco receberá alta nos próximos dias, diz Vaticano

O Papa Francisco que está internado há uma semana, devido a uma cirurgia abdominal de emergência, receberá alta hospitalar nos próximos dias, anunciou, nesta quarta-feira, 14, o Vaticano. Contudo, as audiências seguem suspensas até 18 de junho “O Santo Padre descansou bem durante a noite. A equipe médica relata que a evolução clínica transcorre com regularidade, sem complicações, motivo pelo qual prevê a alta nos próximos dias”, anunciou o diretor do serviço de imprensa da Santa Sé, Matteo Bruni, em um comunicado. “Pela manhã, o Santo Padre se dedicou ao trabalho. Antes do almoço, dirigiu-se à pequena capela do apartamento privado onde se recolheu em oração e recebeu a Eucaristia”, acrescentou. O jesuíta argentino foi operado em 7 de junho no Hospital Gemelli, em Roma, sob anestesia geral, para remover dolorosas aderências na parede abdominal, consequência da cirurgia de cólon, à qual foi submetido em julho de 2021. Ele continua em convalescença no 10º andar do Gemelli, conhecido como o “hospital dos papas”, no mesmo quarto em que João Paulo II foi várias vezes internado.

A frágil saúde de Francisco, que preocupa e gera rumores de uma possível renúncia – algo que ele já disse que faria caso não estivesse em condições de permanecer no cargo – não é de hoje. Aos 21 anos, ele quase morreu de pleurisia, segundo seu biógrafo Austen Ivereigh, e por isso tiveram de retirar alguns cistos de seu pulmão em 1957. Nesse livro, ele relembrou esse episódio e confessou que entendia como se sentiam as pessoas que sofriam de coronavírus. “Eles têm que lutar para respirar por respiradores artificiais”, comentou, referindo-se à sua doença juvenil. Em janeiro de 2021, Francisco foi vacinado contra a covid- 19. Por seus males, sabe-se que, quando era arcebispo de Buenos Aires, costumava ir a um acupunturista chinês pelas dores nas costas, contou seu biógrafo no jornal The Tablet Catholic. Também sofreu de “cálculos biliares” e, em 2004, teve um problema cardíaco “temporário”, devido a um leve estreitamento de uma artéria, ainda conforme seu biógrafo. Seus problemas hepáticos foram resolvidos com uma mudança na dieta.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Site Protection is enabled by using WP Site Protector from Exattosoft.com