Kevin Spacey nega ser ‘assediador sexual’ e chama de ‘fracas’ as acusações de agressão

O vencedor do Oscar respondeu pelo segundo dia consecutivo a questionamentos de um processo judicial em que responde por assédio

Em audiência realizada em um tribunal de Londres, o ator Kevin Spacey negou, nesta sexta-feira, 14, ser um “assediador sexual” e disse não ter “uma varinha mágica” para levar as pessoas para a cama. O vencedor do Oscar, de 63 anos de idade, respondeu pelo segundo dia consecutivo a questionamentos de um processo judicial em que responde por 12 acusações de crimes sexuais contra quatro homens entre 2001 e 2013. Spacey chamou de “fracas” as acusações de uma das supostas vítimas, que, na sua opinião, está atrás de “dinheiro, dinheiro e dinheiro”. Ele considerou ainda que em sua situação poderia “ter conseguido sexo o tempo todo”, mas achou difícil confiar nas pessoas por causa de sua fama.

A promotoria acusou o ator de ser “um grande assediador sexual”, em vez de ser “um grande paquerador”, como o próprio se definiu na audiência. Questionado se se considerava um homem poderoso, o ator respondeu: “Eu não tinha uma varinha mágica poderosa que acenava na cara das pessoas quando queria que alguém dormisse comigo”. Durante a audiência desta manhã, Spacey também admitiu que interpretou mal os sinais de uma das pessoas que o denunciou, que recusou um interesse sexual em uma casa na Inglaterra onde ele estava hospedado no início da década de 2010. No entanto, ele acrescentou que teve relacionamentos “consensuais” com dois outros denunciantes: um que o levou a uma festa do showbiz no início dos anos 2000 e o outro um aspirante a ator.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Site Protection is enabled by using WP Site Protector from Exattosoft.com