Jogador mais caro da história, Neymar deve deixar PSG sem mudar patamar do clube e longe da Bola de Ouro; veja números

Perto de deixar o Parque dos Príncipes, brasileiro sofreu com lesões, não correspondeu às expectativas e acabou sendo ofuscado por Mbappé

Considerado o jogador mais talentoso do futebol brasileiro da última década, Neymar impactou o mundo ao trocar o Barcelona pelo Paris Saint-Germain em 2017. Após formar um ataque mágico com Lionel Messi Luis Suárez na Espanha, o craque decidiu aceitar a proposta do time da França para ser protagonista e liderar um projeto ambicioso. Adquirido por 222 milhões de euros, a negociação mais cara da história do futebol, o astro foi apresentado como um pop star, com seu nome sendo exibido na Torre Eiffel, cartão postal do país. Além de expandir a marca do clube, comandado por um grupo de investidores do Catar, Neymar recebeu a missão de levar o PSG ao título inédito da Liga dos Campeões da Europa. Como objetivo pessoal, o camisa 10 também não escondeu seu desejo de ser eleito o melhor do mundo e ganhar a Bola de Ouro. Após seis temporadas no Parque dos Príncipes, o atleta até colecionou alguns títulos nacionais, mas acumulou lesões, frustrações e não atingiu suas metas. Apesar de ter vínculo com os parisienses até a metade de 2027, Neymar parece cada vez mais perto de deixar o clube e pode ter um fim de passagem melancólico.

Lesões atrapalham Neymar

neymar

Neymar recebe atendimento médico durante jogo do PSG

A passagem de Neymar pelo Paris Saint-Germain é marcada por lesões. Prova disso é que, nas seis temporadas em que vestiu a camisa azul e vermelha, apenas em uma ele superou a marca de 30 jogos. Mais do que o alto número de contusões, o atacante também passou a ficar fora de partidas importantes da Liga dos Campeões. Em 2018 e 2019, perdeu a fase de mata-mata por causa de duas fraturas no quinto metatarso do pé direito. Nas temporadas seguintes, o atleta passou a conviver com problemas no tornozelo, precisando passar por uma cirurgia na região. Assim, fez apenas 163 partidas pelo time da capital francesa. No período, até somou bons números, com 118 gols e 70 assistências. O papel de líder técnico em grandes jogos, entretanto, quase nunca foi visto. A exceção foi a Liga dos Campeões 2019/2020, quando fez boas apresentações e ajudou a levar a equipe até a final – o Paris acabou derrotado pelo Bayern de Munique na decisão.

Ofuscado por Kylian Mbappé

Mbappé brilhou na partida entre PSG e Juventus, pela Liga dos Campeões

Mbappé foi o melhor jogador do PSG nas últimas temporadas

Com o alto número de lesões, Neymar também passou a perder o protagonismo para o jovem Kylian Mbappé. Contratado na mesma época que o brasileiro, o “Tartaruga Ninja” ganhou destaque, principalmente, depois de ser campeão do mundo com a seleção francesa, no meio de 2018. Esbanjando força física e explosão, o velocista mostrou a regularidade que muitos esperavam de Ney, sendo peça-chave para as conquistas nacionais do PSG – o garoto foi eleito o melhor do Campeonato Francês nas últimas quatro temporadas. Ao todo, ele fez 260 partidas, com 212 gols e 98 assistências, assumindo a artilharia histórica do clube da capital. Ofuscado, Neymar passou a ter atritos com o camisa 7, fazendo críticas públicas ao companheiro de time e escancarando o mau relacionamento dentro do vestiário.

Problemas extracampo e críticas

Reprodução / Twitter

Neymar e Cavani protagonizaram atritos públicos no PSG

Mesmo com o início animador dentro de campo, a trajetória de Neymar no futebol francês também foi marcada por algumas polêmicas. Logo na primeira temporada, o brasileiro protagonizou atritos públicos com o centroavante Edinson Cavani, um dos maiores ídolos da torcida do PSG. A disputa pela cobrança de pênaltis e faltas respingou no então técnico Unai Emery, que também admitiu dificuldade para lidar com o ego do recém-contratado. Durante o entrevero, os torcedores tomaram as dores do uruguaio, criticando o camisa 10 em algumas partidas no Parque dos Príncipes. Depois do episódio, a relação com os parisienses viveu altos e baixos, com parte da torcida também questionando o comprometimento do atleta durante os períodos fora dos gramados – mesmo lesionado, o jogador não deixou de ir a festas, seja públicas ou privadas.

Seu comportamento também foi questionado, principalmente, depois de ter agredido um torcedor rival, na final da Copa da França, em 2019. No mesmo período, o jogador foi acusado de ter estuprado a modelo Najila Trindade, em processo arquivado por falta de provas, mas que prejudicou a sua imagem. Além disso, ele acabou se “queimando” com a torcida parisiense, que ficou insatisfeita com a vontade do astro de voltar ao Barcelona no mesmo ano. A gota d’água para os fanáticos pelo PSG foi a última eliminação na Liga dos Campeões, diante do Bayern de Munique. Após o novo fracasso na competição continental, diversos torcedores foram até a porta da casa de Neymar para cobrar uma rescisão.

Longe do posto de melhor do mundo

Benzema ganhou a Bola de Ouro 2022

Benzema ganhou a Bola de Ouro 2022

Quando formava o trio “MSN” no Barcelona, Neymar chegou a ficar na terceira posição do Fifa The Best em 2015 e 2017. Talentoso, o brasileiro era apontado como um dos sucessores de Lionel Messi e Cristiano Ronaldo, astros que dominaram as premiações individuais por mais de uma década. Com a ida ao PSG, a expectativa de muitos torcedores era de que o atacante assumisse o posto de melhor do mundo e voltasse a colocar o Brasil no topo – o último atleta a ganhar a honraria foi o meio-campista Kaká, em 2007. Nas seis temporadas em que representou o Paris, entretanto, Neymar viu seu objetivo ficar mais distante. Além de atuar numa liga menos badalada, o astro foi prejudicado pelas lesões. Assim, até atletas mais experientes, como Luka ModricKarim Benzema e Robert Lewandowski conquistaram prêmios relevantes, como a Bola de Ouro ou The Best. Jogadores da mesma faixa de idade, como Kevin De BruyneMohamed Salah e Sadio Mané também apresentaram um desempenho mais brilhante. E, agora, até os jovens Kylian MbappéErling Haaland e Vinicius Júnior parecem ter ultrapassado Neymar pela corrida do posto de melhor do mundo.

Destino incerto

Após escancarar o desejo de sair do PSG neste mês, Neymar também ouviu do treinador Luís Enrique que ele não está nos planos do clube para esta temporada. Assim, ambas as partes tentam encontrar uma solução para encerrar o contrato o mais rápido possível. De acordo com o programa de TV “El Chiringuito”, da Espanha, o jogador e o Barcelona já acertaram bases salariais e encaminharam um reencontro. A mídia francesa, por outro lado, informa que o Al Hilal, da Arábia Saudita, sinalizou com uma proposta astronômica pelo atleta de 31 anos. Além disso, um time da MLS (Liga dos EUA) também já teria feito uma oferta tentadora pelo astro.

Títulos

  • 5 Campeonato Francês: 2017/18, 2018/19, 2019/20, 2021/22 e 2022/23
  • 3 Copa da França: 2017/18, 2019/20 e 2020/21
  • 3 Supercopa da França: 2018, 2020 e 2022
  • 2 Copa da Liga Francesa: 2017/18 e 2019/20

Números pessoais

  • Jogos: 163
  • Gols: 118
  • Assistências: 70

Prêmio individuais

  • Melhor jogador do Campeonato Francês 201718
  • Equipe ideal do Campeonato Francês 2017/2018 e 2018/2019

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Site Protection is enabled by using WP Site Protector from Exattosoft.com