Banco Central dos EUA afirma que juros estão ‘perto do pico’

Em ata da reunião do Comitê Federal de Mercado Aberto (Fomc) realizada em dezembro, dirigentes do Federal Reserve (Fed) afirmaram que os juros nos Estados Unidos provavelmente “estão em seu pico ou perto dele”. O documento destaca a percepção de que o banco central americano não deverá voltar a subir os juros neste ciclo, algo já precificado pelo mercado. Segundo o Fed, Os riscos de alta à inflação estão diminuindo e entrando em equilíbrio com os riscos de queda. Além disso, o mercado de trabalho também está se reequilibrando, apesar de uma demanda interna forte.

Membros do Fomc esperam uma desaceleração do Produto Interno Bruto (PIB) e continuação do reequilíbrio do mercado de trabalho, devido ao efeito contínuo dos juros altos. Apesar da economia americana caminhar na direção desejada, os dirigentes do Fed não discutiram cortes de juros na reunião de dezembro. Segundo eles, é importante avaliar o futuro da política monetária com base em dados. No entanto, vários membros do Fomc esperam que juros menores sejam apropriados até o fim de 2024, de acordo com as últimas projeções da entidade.

A ata também menciona alguns riscos de alta à inflação, como eventos geopolíticos e aceleração dos preços de energia e alimentos, além de um possível aumento nos ítens do núcleo da inflação de bens. Por outro lado, o longo período de aperto monetário pode ter um efeito negativo sobre a atividade econômica nos Estados Unidos, segundo os membros do Fomc. Os participantes da reunião de dezembro também discutiram o possível término do programa de redução do balanço de ativos do Fed, conhecido como aperto quantitativo (QT). Segundo os dirigentes, será apropriado pausar o QT em breve, mas qualquer decisão nesse sentido será discutida antes de ser anunciada publicamente.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Site Protection is enabled by using WP Site Protector from Exattosoft.com