Após operação policial, Alemanha proíbe mais um grupo neonazista

Alemanha anunciou a proibição de mais um grupo neonazista nesta terça-feira, 19. A informação foi divulgada pelo Ministério do Interior. Segundo a pasta, essa é a 20ª proibição de grupos de extrema-direita no país nos  últimos anos. O grupo proibido é o “Hammerskins Germany“, que, segundo o governo, propaga uma “teoria racial baseada na ideologia nazista”. A operação mobilizou 700 policiais e cinco equipes de investigadores. Foram realizadas ações de busca na casa de 28 membros do grupo. Três locais que eram usados como pontos de encontro da organização foram revistados. Segundo, as autoridades, foram apreendidas “quantidades significativas de símbolos de extrema direita”. Dentre os itens apreendidos, estão arquivos sonoros, livros como o “Mein Kampf”, de Adolf Hitler e bandeiras com suásticas. Os “Hammerskins Germany” surgem do movimento “Hammerskins Nation”, fundado em 1988 nos Estados Unidos, e, segundo as autoridades, a filial alemã possui 130 membros, exercendo papel de “liderança na extrema-direita da Europa”. A ministra do Interior, Nacy Faese, afirmou que a operação levou “mais de um ano de colaboração” entre o governo federal e autoridades da Alemanha. Ainda segundo ela, a proibição desfere “um duro golpe ao extremismo de direita organizado”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *