ANP afirma que petroleiras vão investir R$ 21 bi em exploração no Brasil até 2027

Desse total, R$ 5,6 bilhões de reais (29%) para o ano de 2023 e R$ 7 bilhões (34%) em 2024; agência apresentou o Relatório Anual de Exploração 2022 nesta quarta-feira, 19

Agência Nacional do Petróleo Gás Natural e Bicombustíveis (ANP) informou, nesta quarta-feira, 19, que as petroleiras vão investir R$ 21 bilhões até 2027 em exploração, etapa que antecede a produção. Desse total, R$ 5,6 bilhões de reais (29%) para o ano de 2023 e R$ 7 bilhões (34%) em 2024. As informações foram divulgadas durante a apresentação do Relatório Anual de Exploração 2022 – Diagnóstico e Perspectivas da Exploração de Petróleo e Gás Natural no Brasil. De acordo com o documento, o número de notificações de descobertas no Brasil cresceu, aproximadamente, 54% no ano passado em comparação a 2021. Segundo a ANP, foram 20 notificações em 2022, contra 13 no ano anterior. A agência também registrou um leve aumento no número de poços perfurados. Em 2021, foram 22 poços, contra 23 no ano passado. A agência justificou que o setor está em recuperação da pandemia da Covid-19. Ainda e acordo com a ANP, ao fim do ano passado, 295 blocos estavam sob contrato, total que representou não só um aumento de 19% em relação a 2021, mas também o rompimento da tendência de queda, observada desde 2019. Isso equivale a mais de 186 mil km² de bacias com blocos exploratórios.

O relatório aponta ainda que, dos 295 blocos com contratos vigentes, 246 estavam ativos e 49 suspensos, ou seja, cerca de 17% dos contratos encontravam-se suspensos. “Na maioria desses contratos, a suspensão devia-se ao atraso no processo de licenciamento ambiental’, explica a ANP. O diretor-geral da ANP, Rodolfo Saboia, ressaltou a importância de se incentivar as atividades exploratórias no Brasil. “Zelar pelo incremento das atividades exploratórias no Brasil é zelar pela segurança energética do País, bem como pela manutenção de empregos, renda e participações governamentais à sociedade brasileira. Só em 2022, a ANP distribuiu cerca de R$ 130 bilhões em royalties, participações especiais e bônus de assinatura”. 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Site Protection is enabled by using WP Site Protector from Exattosoft.com