Deputado do RS reage a Dino: ‘Promove ódio, extremismo e mentira’

O deputado estadual Felipe Camozzato (Novo), do Rio Grande do Sul, partiu para cima do ministro Flávio Dino (PSB), depois de o socialista chamar o governador de Minas Gerais, Romeu Zema (Novo), de “extrema-direita”, “traidor da Constituição” e “traidor da Pátria”.

Como já mostrado mais cedo, com seu comentário Dino endossou fake news de que o mineiro teria proposto a criação de um bloco Sul-Sudeste “contra” o Nordeste. Já se sabe que a alegação é falsa (saiba mais).

Nas redes, Camozzato afirma que Dino é “um populista demagogo” e lembra que o ministro, em 2019, quando ainda governador do Maranhão, ajudou na criação do famigerado Consórcio Nordeste.

“Se fosse coerente (e não só um populista demagogo), [Flávio Dino] abandonaria o cargo que ocupa e renunciaria à vida política, já que em 2019 criou um bloco com governadores do Nordeste para defender seus interesses. Não há ABSOLUTAMENTE NADA na Constituição que proíba governadores de formarem alianças. Flávio Dino promove ódio, extremismo e mentira: tudo o que ele falsamente diz combater”, declarou.

Enquanto isso…

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Site Protection is enabled by using WP Site Protector from Exattosoft.com